Havia uma árvore naquela rua

Em uma tarde ensolarada e de muito calor, lá fomos eu e Luca para mais uma vistoria. O cliente apressado, com voz ofegante, explicou-nos por telefone como chegar ao imóvel, pois ele não poderia estar no local por motivo de trabalho. Entendemos mais ou menos como chegar.

Fomos meio que pelo rumo. Sabíamos que ficava na região metropolitana, pois conhecíamos um pouco a cidade. Entre uma rua e outra, procuramos o endereço. As ruas eram estreitas, o asfalto ruim, com buracos, lombadas e curvas acentuadas.

Tratava-se de uma região bem povoada. Enfim, chegamos à rua e, para nossa surpresa, percebemos algo inusitado: a placa com  o número do imóvel estava pregada em uma árvore e esse número remetia a várias casas, que se localizavam nessa mesma rua sem saída.

E agora, o que fazer? Um número para várias casas! Tentamos ligar para o cliente, mas o sinal de celular era muito ruim e não havia pessoas ali para pedirmos informação. Então, decidimos dar uma volta até que pudéssemos ter sinal para fazer a ligação.

Conseguimos enfim falar com o cliente. Ele nos descreveu como poderíamos encontrar a casa certa. Disse que era uma casa de alvenaria, com muro de tijolos e portão sem pintura. Detalhe: havia quatro casas com essa descrição. Mas eis que veio a informação crucial, a casa estava localizada em frente a uma árvore que havia naquela rua, com uma copa grande, uma árvore diferente, linda e exuberante. A partir dessa informação, conseguimos fotografar a casa correta.

Esse foi um caso diferente; por um pequeno detalhe que o cliente nos informou, chegamos corretamente à localização. A vida de perito avaliador tem suas aventuras, sempre um novo aprendizado e a certeza de que jamais nosso trabalho tornar-se-á uma rotina.

Depois de fotografarmos com cuidado todo imóvel, voltamos para o escritório, a fim de dar continuidade ao nosso trabalho.

Silmara Gottardi

4 comentários em “Havia uma árvore naquela rua

  1. Deus nos pré destinou desde o ventre de nossa mãe, entendo que cada um tem sua missão para cumprir porém uns seguem a diante e outros desistem, mas assim como um soldado vai a guerra e mesmo perdendo algumas batalhas em meio a ela, segue enfrente pois as vezes é preciso mudar estratégia para chegar a vitória.
    O importante para nós corretores é sempre avançar e nunca retroceder.
    Se muitos nao acreditarem em você, não se preocupe pois Deus continua acreditando.
    E se Deus é por nós quem impedirá de conquistarmos?

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s