3 dicas para ser um perito avaliador diferenciado

No decorrer do tempo, o perito avaliador vai criando seu jeito de trabalhar. Cada profissional adquire um perfil, porém algumas regras são básicas. Certas atitudes podem fazer toda a diferença na hora de o cliente pensar em voltar ou não a lhe procurar e/ou indicar seu trabalho. Neste artigo, trarei três dicas importantes para que você possa entender melhor este mundo das avaliações.

Na correria do dia a dia, as pessoas estão sempre muito atarefadas. Ter paciência para esperar e ouvir, embora muitas vezes pareça difícil, é necessário nesta profissão. Nós corretores de imóveis e peritos avaliadores precisamos muito de sabedoria para termos paciência com nosso cliente.

Então, vamos às dicas!

1. Ser pontual

Não importa a hora que o cliente irá chegar, você tem que estar no local marcado na hora exata, aliás o ideal é chegar sempre um pouco antes. Muitas vezes, o cliente atrasa, por algum motivo ou por nenhum motivo, mas isso não é da nossa conta, o ideal é já estarmos aguardando. Claro, se for um atraso enorme, não é legal; às vezes, temos outro atendimento ou ficamos mais de uma hora esperando, mas faz parte da rotina do nosso trabalho. Lembre-se: é preciso exercitar a paciência!

2. Saber ouvir o cliente

Nós precisamos ter sensibilidade para ouvir nosso cliente, pois ele está confiando no nosso trabalho. Dentre tantos profissionais, ele escolheu VOCÊ para trabalhar com o imóvel dele! Então, faça um bom trabalho, dedique-se, confira toda documentação, mostre segurança, ouça o seu cliente.

O cliente não quer alguém só para intermediar ou avaliar, quer uma pessoa de confiança. E, quase sempre, ouvir as histórias faz parte desse processo. Você está ali diante de muitas informações formais, porém, o cliente conta a vida dele, a vida da família e, em geral, a história daquele imóvel. E nós, como bons profissionais, devemos ouvir com atenção e respeito.

3. Sigilo absoluto

Diante de tantas informações, temos a obrigação de manter tudo em pleno sigilo. Nós temos nas mãos documentos comprometedores, nomes de muitas pessoas, por isso, a discrição é indispensável no nosso trabalho. Jamais podemos expor o cliente em qualquer situação. O que é conversado com o cliente é algo que fica só entre vocês, ninguém pode saber. Isso é ética profissional, é respeitar a pessoa que está confiando em você.

Enfim, o cliente é especial e merece toda nossa consideração. Além disso, não podemos esquecer que dependemos dele para receber nosso ‘salário’. Portanto, vale o esforço e a dedicação para fazermos um trabalho diferenciado. Caso você não pense assim, sugiro que mude de ramo ou que mude sua postura, pois de outra forma não sobreviverá nesta profissão.

Silmara Gottardi

Um comentário em “3 dicas para ser um perito avaliador diferenciado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s