Minha primeira avaliação de imóveis! E agora?

Este é o momento crucial para o seu trabalho e também aquele que gera mais expectativa, calafrios, incerteza, até você tomar a decisão de aceitar o serviço. Mesmo com formação, cursos e estudo, na hora de colocar em prática tudo o que você aprendeu é normal surgirem dúvidas.

Nessa hora, não pense em mais nada: aceite o desafio! Pois é sua oportunidade de começar na área das avaliações de imóveis. Comece com um bom orçamento e, para isso, lembre-se de que é necessário ter todas as informações possíveis sobre o imóvel avaliando.

Entenda que o cliente é leigo, nem sempre ele vai compreender o motivo de você estar solicitando informações. Então explique a ele que você precisa da documentação e de subsídios para que consiga definir um valor justo para os honorários.

Se sentir insegurança, solicite orientação de um Perito Avaliador mais experiente. E se achar necessário, faça uma parceria, pelo menos até entender melhor os procedimentos a serem executados. A parceria é uma excelente alternativa, e assim você vai ganhando experiência.

Cada imóvel tem suas peculiaridades e complexidades, por isso é fundamental coletar o maior número de informações possível. É necessário ter a matrícula, o endereço, a certeza de qual é o imóvel, qual o tipo de edificação, a metragem. Quanto mais detalhes, mais coerência terá seu orçamento. Além disso é preciso argumentar e detalhar todo procedimento do seu serviço, desde a vistoria, as pesquisas, até as horas de trabalho. Enfim, é preciso justificar o valor a ser cobrado.

É muito comum o orçamento não ser aprovado, não se preocupe, isso é normal. Você não pode desanimar, pois se esse não foi aprovado, o próximo poderá ser! E quando o orçamento é aprovado, começa a preparação para agendar a vistoria. Nessa hora, é importante ter todo cuidado e organização para que o trabalho seja feito da melhor forma possível.

Em hipótese alguma, deixe de fazer a vistoria do imóvel. Não existe avaliação sem vistoria, a não ser nos casos em que há litígio. Mas, mesmo assim, é necessário ir até o imóvel, conhecer a localização e conhecer in loco o imóvel a ser avaliado, mesmo que só externamente.

Silmara Gottardi

5 comentários em “Minha primeira avaliação de imóveis! E agora?

    1. Boa tarde, Fábio. Obrigada pelo contato. Entre em contato comigo pelo Whatsapp 41-99626-6261 ou instagram @silmara.gottardi
      Vou lhe ajudar, mas já adiantando que para trabalhar com as perícias judiciais imobiliárias é necessário ser corretor de imóveis, arquiteto ou engenheiro (algumas engenharias), isso é o básico. Depois pode fazer cursos de extensão, mas não é obrigatório.
      Aguardo seu contato para lhe ajudar. Abraço

      Curtir

  1. Olá Silmara Gottardi, tudo bem?

    Quero te agradecer por compartilhar suas histórias aqui contadas, e dizer em primeiro lugar, que é muito agradável ler seus textos, e em seguida, dizer que você me incentiva e muito a seguir (começar) esta profissão.

    Fiz o curso de Avaliações Imobiliárias pelo PROECCI, aqui em São Paulo onde resido, consegui me diplomar, e agora estou juntando coragem pra prosseguir profissionalmente, e te escrevo justamente pra poder te dizer (novamente) que seus textos muito me incentivam.

    Sou um aprendiz ainda, tirei meu CRECI recentemente.

    Espero que continue participando suas ”aventuras”, obrigado.

    José de Lima Netto Junior

    ________________________________

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s