Ser perita avaliadora: uma paixão (o começo de tudo)

Há alguns anos, abandonei a profissão do magistério para me dedicar mais de perto ao cuidado dos filhos. Durante esse período, vivi em uma situação ‘confortável’, como dona de casa e realizando alguns trabalhos extras para ajudar na renda familiar. Atuei em diagramação; dei aulas particulares; tive a oportunidade de trabalhar com a bolsa de valores – o que foi bem interessante, mas bastante tenso.

Então, há sete anos, em um final de tarde, estava com minha família e um casal de amigos na apresentação de teclado da minha filha e do filho desse casal. De repente, nosso amigo, que é corretor de imóveis, falou:

— Silmara, amanhã haverá o curso de Avaliação de Imóveis, com o melhor professor do Brasil e você vai participar.

Eu dei risada, achando que fosse uma brincadeira, mas ele insistiu:

 — Eu quero que você faça o curso!

Ao que ponderei:

— Não posso. Tenho que cuidar das crianças, não tenho como ir.

 Mas ele continuou insistindo, dizendo que para tudo nessa vida se dá um jeito, e inclusive que o escritório dele pagaria o meu curso.

Então eu o questionei:

— Por que você quer que eu faça o curso?

Ele me respondeu:

— Porque eu acredito em você! Acredito no seu potencial!

Nossa, pensei comigo: isso é tudo o que uma pessoa precisa ouvir para se sentir motivada! Aquelas palavras ecoam em mim até hoje.

Não tive como dizer não. Desdobrei-me e fui fazer o tal curso. Foram dois dias de puro conhecimento, tudo era novo para mim. Era um mundo totalmente desconhecido. O professor falava de coisas que eu nem fazia ideia que existissem. Toda a sala era composta por corretores de imóveis e eu não sabia absolutamente nada daquela área.

Mas a minha vontade de aprender era tão grande que me concentrei como nunca. A cada momento, durante a aula, eu fechava os olhos e me lembrava daquelas palavras: “eu acredito em você, acredito no seu potencial”. Então, precisava dar o meu melhor, porque o meu amigo estava confiando em mim e porque eu senti que aquela era uma oportunidade de mudança.

Quanto aprendizado, quanta informação! A cada explicação eu ia anotando tudo. E aquele professor incrível, que conhecia realmente o assunto, explicava superbem, ensinava com vontade, com amor à profissão. Muitas vezes, me sentia fora do contexto, mas, como sempre procuro aproveitar as oportunidades, fiquei ali firme, olhos vidrados na aula, sem deixar escapar um único detalhe, prestando atenção em tudo. Não vi as horas passarem.

Foi tudo muito bom, um mundo desconhecido que me encantou, simplesmente me apaixonei, assim tão de repente, pela área de avaliação de imóveis. Comecei a entender o que era ser um Perito, a grande responsabilidade, a importância dessa profissão e percebi que há um mundo a descobrir, um mundo mágico, cheio de surpresas e histórias inusitadas, onde um dia nunca é igual ao outro.

Essas histórias que eu tenho vivenciado desde então as quero dividir com você, a partir de agora, por meio do meu Blog. Além disso, darei dicas e informações importantes para que você também se sinta cada vez mais apaixonado por essa profissão. Vem comigo!

Silmara Gottardi

4 comentários em “Ser perita avaliadora: uma paixão (o começo de tudo)

Deixe uma resposta para silmaragottardi Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s